O que tá escrito aqui?

Nada pior que um blogueiro e seus lamentos por falta de inspiração, mas vá lá, esse texto acabará sendo algo melhor que isso.

Parece que venho escrevendo cada vez menos. Eu estava revendo a lista dos meus melhores textos e isso ficou bem claro ao notar que o número de artigos listados é menor a cada ano. Me conforto com a esperança ou ilusão de que estou escrevendo menos mas melhor.

FORMA, FUNÇÃO E GORDURA

No ócio que a falta de vontade ou inspiração para escrever traz, acabo voltando meus olhos para a forma e fatalmente mexo no layout do blog. Sempre em busca do diagrama perfeito.

Quando comecei blogar, tinha ideias grandiosas, queria fazer um portal repleto de recursos e artigos maravilhosos, ganhar dinheiro. Tudo ilusão, pois eu já deveria estar acostumado com o fato de que sei fazer várias coisas, menos ganhar dinheiro. Então, aos poucos fui pondo os pés no chão e a aparência do blog seguiu a mesma onda.

Agora estou numa vibe minimalista, tentando dar foco ao conteúdo e sendo cuidadoso com a acessibilidade, legibilidade e responsividade do design web.

Estou testando este novo tema de WordPress que construí a partir do zero mas chupinhando algumas ideias do Medium, mistura de rede social e plataforma de publicação lançada pelos criadores do Twitter. Fiquei encantado quando vi aquela fonte grande, numa página limpa e simples, com um cabeçalho que mudava de lugar de acordo com a largura da janela do navegador. Destrinchei o código pra entender como aquela página funcionava e roubei um pedacinho do código pra mim, só um pedacinho. É o que os grandes fazem, não?

Após algum tempo encarando minha página inicial decidi por retirar sem dó tudo o que desviava a atenção do conteúdo em si e joguei pro pé da página o que acho importante que seja fácil de encontrar (como os botões de doação! — Dá um reau?).

Mas não parei por aí.

TIPOGRAFIA FOR DUMMIES

A minha letra nos cadernos de escola era terrível. Preenchi cadernos e mais cadernos de caligrafia e nada de me emendar, até que um professor moderninho falou que a letra é expressão da nossa personalidade e tentar endireitá-la pode ser um erro. Ora, se é assim, assim será. Hoje sou um jeca com letra de médico.

Quando escrevo a mão algo que é apenas para mim, a coisa fica bem feia. Tempos depois, nem eu sei o que escrevi. Se é algo que deve ser legível para outros, escrevo em letra de forma, coisa que boa parte das pessoas faz também, imagino.

Acho bacana a ideia de criar fontes personalizadas e a possibilidade de usar uma fonte com minha letra sempre esteve em minha mente. Tipografia é uma arte bastante fina e sutil que fica subentendida por trás do texto, afetando a leitura de modo bem subliminar. Acredito que um texto fica especialmente impactante quando escrito à mão, por mais feios que sejam os traços.

Redescobrindo meus traços

Esses dias venci a letargia que me é usual em se tratando de por ideias em prática e fui ler um pouco sobre como funcionam as fontes tipográficas para web. Antes de sair instalando programas free ou piratas voltados pra esse tipo de arte, entrei na loja da Apple pra saber se havia algum app pra isso, afinal com o iPad seria muito mais fácil digitalizar meus garranchos.

Sim, tem, e ele é bastante bom! Chama-se iFontMaker e pelo preço de 7 obamas me obrigou a realizar uma boa análise antes da compra. Não se equipara a um soft especializado em criar fontes, daqueles que custam centenas de dólares, mas chega bem perto e vale cada centavo, mesmo que você só vá usar uma vez ou outra. E tem versão para Windows 8, baratinha também.

Se você se interessou pela ideia de fazer suas próprias fontes tipográficas, comece lendo esse artigo.

Juntando tudo isso, tema novo, fonte personalizada, e o fato de não haver mais acesso aos meus textos fora do site porque retirei RSS/feed, espero criar uma experiência mais pessoal e próxima com quem me lê, mesmo com aqueles que chegam aqui via Google, apenas procurando ajuda pra consertar a porcaria do myPad.

E se você teve uma dificuldade tremenda pra ler esse texto porque a letra tá muito ruim, me avise, posso tentar refinar. 😀

[ATUALIZAÇÃO: não estou usando mais minha letra feia como fonte do blog, se você quiser ver como ela é, clique aqui.]

Anúncios

Um comentário sobre “O que tá escrito aqui?

  1. Eu cheguei aqui porque estava buscando como consertar a porcaria do myPad, agora toda semana quando tenho tempo no trabalho, paro pra dar uma lida, seja nas postagens antigas como nas novas.

    Parabéns pela sua forma de contar uma historia =) me divirto bastante!

    Ps: a historia da instalação do Ubuntu é ótima! heheheh

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s