Muito além do hábito

Não comas alhos nem cebolas, para que o hálito não denuncie a vilania dos teus hábitos; (…) Janta pouco e ceia menos, que a saúde de todo o corpo se forja na oficina do estômago. Sê moderado no beber, considerando que o vinho em excesso, nem guarda segredos, nem cumpre promessas. Toma cuidado em não comer a dois carrilhos, e a não eructar diante de ninguém.
— Isso de eructar, é que eu não entendo — interrompeu Sancho.
— Eructar, Sancho, quer dizer arrotar, e este é um dos vocábulos mais torpes que tem a nossa língua, apesar de ser muito significativo, e então a gente delicada apelou para o latim, e ao arrotar chama eructar; e ainda que alguns não entendam estes termos, pouco importa, que o uso os irá introduzindo com o tempo, de forma que facilmente se compreendam; e isto é enriquecer a língua, sobre a qual têm poder o vulgo e o uso.
— Em verdade Senhor — disse Sancho –, um dos conselhos que hei de levar bem de memória é o de não arrotar, por ser uma coisa que faço muito a miúdo.
— Eructar, Sancho, e não arrotar — observou D. Quixote.
— Pois seja eructar, e assim direi daqui por diante.

(Trecho do livro Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes)

É consenso entre os pediatras que a obesidade infantil é uma pandemia. O Brasil também começa a sentir o impacto: 33,5% das crianças entre 5 e 9 anos estão com sobrepeso, segundo dados do IBGE. Os efeitos já são terríveis hoje, e a longo prazo serão devastadores se nada for feito.

Exagero? Uma criança de 9 anos com doenças de adulto de meia idade é que é um exagero!

A responsabilidade dos pais obviamente é enorme, mas absolutamente todos estão envolvidos quando o assunto é construir o futuro, do professor ao presidente. Por mais que os pais sejam bons exemplos e bons mestres, criar um filho é travar uma queda de braço com o mundo.

No excelente documentário Muito Além do Peso temos um panorama atual sobre a saúde das crianças brasileiras. De quebra um vislumbre do futuro que estamos construindo naquilo que escolhemos por em suas bocas no café da manhã, almoço e jantar de hoje.

O filme nos faz repensar não só os hábitos que estamos plantando nos pequenos mas também os nossos.

Sei que nem todos se animam a assistir documentários em geral, então pra tentar abrir seu apetite (hehe) e talvez despertar seu interesse em assistir esse em especial, veja essa entrevista divertida com os produtores do filme no programa Agora é Tarde com Danilo Gentili.

Achou interessante? Então assista o documentário na íntegra logo abaixo.

MUITO ALÉM DO PESO from Maria Farinha Filmes on Vimeo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s